Blog

28fevereiro

Insights, insights com fartura!

Insights, insights com fartura!

Sabe aquele momento do dia, quiçá noite, em que se faz luz na sua cabeça? Pois bem, teve um insight de segundos que pode muitas vezes ser uma ideia de génio. Anote!

Um insight, é por isso, um acontecimento cognitivo que surge de forma espontânea e reflete determinado sentimento sobre o pensamento que teve. No entanto, hoje não vamos falar dos seus insights pessoais, vamos falar de outros – Os Customer Insights!

Para atingir determinado posicionamento, a marca precisa de criar um insight de consumo para com o consumidor, fazendo-lhe uma decidida promessa onde estejam intrínsecos valores credíveis. Deste modo, o modo como contacta com o consumidor final, transmite uma ideia e um conceito que criarão de imediato uma necessidade no consumidor, levando à tão desejada intenção de compra no mesmo.

Podemos exemplificar casos como a Starbucks, em que o cliente já não procura apenas o café (expresso), o cliente procura um local específico, com características específicas, que o faz pertencer à comunidade da marca deste conceito de cafetaria. A Apple é também um excelente exemplo, antes de estarem no mercado, todos os telefones são previamente anunciados, criando determinado insight na comunidade da marca, originando uma quase compra imediata mesmo antes de qualquer visualização do produto.

Mas e agora, como fazer a diferença quanto ao legado de bons insights? Há inúmeras regras que podem e devem ser seguidas, entre elas, a clareza na mensagem que se transmite, a relevância daquele produto para determinado segmento, a credibilidade do que é anunciado (nunca mentir sobre o que determinado produto ou serviço oferece ao consumidor final) e a originalidade, não vamos imitar outro produto/serviço, até podemos ter algo semelhante, mas o insight provocado no consumidor fará com que o nosso seja mentalmente melhor.

A essência de um grande insight passa pela verdade penetrante que envolve e estimula o consumidor, nunca descuidando a marca, que terá que ser um produto dotado de personalidade onde o publicitário serve apenas de sustento - sendo o seu psicólogo e conselheiro.

Tudo isto para partilhar consigo que quando sente ligação com alguma marca, por determinada mensagem sensorial que ela lhe tenha transmitido, “xeque-maDDe” - objetivo cumprido! A marca atingiu o posicionamento pretendido e você sentiu o insight sensorial que poderá criar um instinto de compra quase imediato.

Percebe como é importante esta essência de criar insights no público-alvo? Os insights ultrapassam características superficiais, são emocionais e instintivas.

Segundo Klaric, quando se trata de insights, a emoção é mais forte do que a razão, e o instinto é mais forte que os dois. Concorda?

Pois bem, um insight na verdade, apresenta três aspetos fundamentais na persuasão. Lembra-se da Retórica, de Aristóteles? Certamente que sim, mas mal sabia ele que a sua mais bela obra seria utilizada como meio de persuasão no que toca a uma estratégia de marketing. Ethos, Logos e Pathos, que são, respetivamente, o modo de persuadir determinado público-alvo, o modo de apelar ao sentimento de cada pessoa e a clareza do discurso e sinceridade no que se diz, todos eles interligados e em reciprocidade de exercícios de carácter e identidade, de sentimento e de paixão, de clareza e de verdade

Agora confesse, que tipo de insight lhe criámos? O de amor por tudo aquilo que fazemos, certamente!
Ficou com dúvidas? Quer fazer uma campanha dotada de insights?

Contacte-nos, temos certamente sugestões para lhe apresentar!

Posted in Marketing

Quer manter-se atualizado? Subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

Estamos loucos para ouvir o seu pedido.

A Av. Marquês de Tomar 33 - 3º Esq
1050-153 Lisboa, Portugal

T (+351) 213 153 105

F (+351) 213 158 074

Nota: Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Ao continuar a navegar no nosso site ou ao fechar esta mensagem está a aceitar a nossa política de privacidade e de cookies.

I understand